Arte & Cultura.

Uma artista chamada Madonna

No dia 16 deste mês, a rainha do pop Madonna comemora seu 59° aniversário, e desde o início de sua carreira até hoje que ela se mantém na ativa, chegando, inclusive a se estabelecer num patamar que nenhuma cantora no mundo conseguiu alcançar. 

Com mais de 300 milhões de discos vendidos, Madonna lota estádios em turnês que agregam música, dança, performance e acima de tudo, um aparato técnico e profissional que faz com que seu nome contrate, inspire e fomente o mercado do show business nos quatro cantos do planeta.

 

 


Trago nitidamente na minha memória que (talvez por razões pessoais) a primeira canção de Madonna que me fez de fato me voltar para o seu trabalho foi "oh father". Virei fã dela sim, mas creio que não foi pela sua voz, porque eu particularmente, não acho Madonna uma grande cantora, mas sim, uma artista excepcionalmente completa, pois canta, dança, toca, atua, compõe, produz, mas que sobretudo, em meio à tanta pluralidade de talentos, Madonna conseguiu virar um conceito, e à parte disso, mesmo com um potencial vocal fraco, quando ouvimos sua voz, sabemos que é ela que está cantando.


 

 


Não há como dissertar a biografia de Madonna sem mencionar a palavra "polêmica". Estamos falando sim, de uma artista que protagonizou vários episódios nos quais a mesma coloca a mulher como dona de seu corpo, simulando o ato de se masturbar no palco na canção "like a virgin" para chamar a atenção de que uma mulher pode sim, sem culpa conhecer seus desejos e ser representante principal de seus anseios, instigando paixões consideradas tão possíveis quanto proibidas e não aceitas como normais pela sociedade como o amor entre iguais, colocando Madonna não só como um ídolo dos gays mas também das mulheres feministas. A atração por um padre negro no clipe da canção "like a prayer" onde até mesmo o Vaticano interveio no sentido de coibir, censurar e bloquear sua divulgação, sobretudo, em países católicos.


 


Considerada uma das maiores pop stars desde a década de 80 e uma das grandes responsáveis pela mudança de comportamento social no final do século XX, a artista norte americana descendente de italianos nasceu em Bay City, Michigan, Estados Unidos. ficou órfã de mãe aos cinco anos de idade. Dava aulas de dança e piano. Recebeu uma bolsa para a Universidade de Michigan. Quando cursava o primeiro semestre, foi convidada para estudar dança em Nova York, para onde se mudou. Com apenas 35 dólares no bolso, desembarcou na cidade disposta a vencer na vida e venceu. Chegou a trabalhar como garçonete e modelo. Foi convidada para trabalhar como backing vocal de Patrick Hernandez em sua apresentação nos Estados Unidos.

 

Em 1982, Madonna lançou seu primeiro single “Everybody” e o álbum "Madonna". Mas foi com o álbum “Like a Virgin” que fez mais sucesso, ocupando a lista dos mais vendidos. No clip “Material Girl”, onde a cantora imitava Marilyn Monroe, mostrou seu lado performático. No ano de 1986, chegou ao auge da carreira com o álbum “True Blue”, que continha canções que foram sucesso: “La Isla Bonita” e “Live to Tell”. Em 1987, fez grande turnê intitulada “Who's That Girl World Tour”.

Em 1990, veio outra polêmica com o clip “Justify my Love”, onde mostrava cenas de sadomasoquismo. O vídeo Alcançou o número um na Billboard Hot 100. No mesmo ano, participou do filme “Dick Tracy” fazendo par com o ator Warren Beatty, com quem teve relacionamento amoroso.

 


Em 1996, ganhou o Globo de Ouro atuando no filme “Evita”. Depois de alguns trabalhos sem expressão, lançou o álbum “Ray of Light”, considerado um dos melhores de sua carreira e, segundo a Revista Rolling Stone, um dos 500 melhores de todos os tempos.

 

Durante a década de 2000, destacou-se o álbum “Confessions on the Dance Floor”, de 2005. Foi considerado o melhor no estilo dance eletrônico daquele ano no Grammy. A canção “Hung up” foi hit em 47 países. Seguiu-se o “Hard Candy” (2009), com influências de Hip Hop, sem o sucesso do álbum anterior.

Em 2012, foi lançado o álbum "MDNA", que levou a cantora a uma turnê pelos principais países, inclusive o Brasil. Em 2015, Madona lançou seu 13º álbum de estúdio “Rebel Heart”. Para divulgação do álbum, a cantora lançou vídeos promocionais do show, a “Rebel Heart Tour”, previsto para começar em setembro, em Montreal, no Canadá.


 

Atualmente, Madonna é a artista pop viva com a carreira mais consolidada no mundo, haja vista que os ícones mundiais como Elvis Presley, Beatles e Michael Jackson não mais existem. Portanto, fica aqui nossa homenagem a esta mulher que quebrou paradigmas, não só instituiundo eternamente seu nome no mundo da música mas detendo um consagrado e respeitado legado com uma enorme legião de fãs em todo mundo, inspirando inclusive, uma nova geração de cantoras pop como Britney Spears,  Beyoncé e Lady Gaga. Portanto, desejamos Feliz Aniversário e vida longa à rainha do pop.

 


Save the queen!

Izaqueu Nascimento








0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.